Esticando sua temporada até janeiro de 2020, o Wine Garden da GB Vinhos acaba de expandir sua estrutura no Pontão do Lago Sul. Com projeto de Plínio Barros e Debora Guimarães e paisagismo de Fábio Camargo, o local agora possui 650m² de cobertura transparente em formato de estufa de flores, e design e mobiliário mais colorido e florido que remetem a um jardim, uma forma de celebrar a primavera e proteger o público nos dias de chuva.

Além do espaço físico, o cardápio e a carta de vinhos também foram ampliados. Para comer, as novidades são os Paninis de Pastrami (R$ 28,00); Salame e Brie (R$ 28,00); Brie com Figos (R$ 28,00) e a opção Vegana com shimeji e manjericão (R$ 30,00). As opções que já existiam seguem sendo oferecidas. Destaque para as pizzas de Gorgonzola com Pêra (R$ 32,00); Brie com Zucchini e azeite trufado (R$ 38,00); e Parma com parmesão e rúcula (R$ 42,00). Nos doces, há a Pizza de Caramelo com amêndoas (R$ 30,00) e Bolo da Ivone (R$ 14,00) como sugestão.

O Wine Garden conta agora com 84 rótulos disponíveis e traz mais opções de brancos e rosé. Às quartas-feiras, das 18h às 20h, acontece o novo rodízio de vinhos (quatro a cinco rótulos distintos) ao valor de R$ 79,90 por pessoa.

Para quem prefere drinks, a pedida vem com o Aperol Spritz (R$ 25,00) e jarras de Sangria e Clericot (R$ 75,00 cada).

A cada dia, a programação musical aposta em um estilo com as quartas-feiras com jazz; quintas-feiras com R&B/Jazz; sextas-feiras com Pop/Rock; sábados DJs, em clima e sunset e domingo com lual mood. Couvert ao valor de R$ 10,00 por pessoa.

SERVIÇO:
Wine Garden
Quarta a sexta-feira, das 18h às 00h
Sábados e domingos, das 16h às 00h
Reservas (somente via whatsapp): (61) 99123-0759
Instagram: @winegardengb
Pontão do Lago Sul

Comentários

Max Cajé
Cria do Cerrado, Max Cajé negou as raízes ao detestar pequi, descobriu que o amor à culinária nordestina era hereditário e que paladar é algo que se conquista, com muito treino e, às vezes, dinheiro para pagar a conta. Sempre teve uma relação de amor com a comida e nunca deixou de agradecer o advento do metabolismo rápido nesse processo. Começou a estrada de jornalista escrevendo sobre moda, caiu na Gastronomia por acidente e se especializou por amor. Aprendeu que até chegar à mesa, o alimento cria carreiras, muda vidas, aguça os sentidos e cria histórias, boas e ruins, as quais pretende contar aqui.