Pizza Panela Candanga

Valorizar os produtores e insumos locais tem sido um movimento cada vez maior quando se fala em gastronomia com responsabilidade. Em Brasília, essa iniciativa só cresce amparada por nomes renomados da cidade, que agora se reúnem em um projeto único, que visa a divulgação do consumo desses produtos dentro e fora do DF.

Intitulada Panela Candanga, a iniciativa une os chefs Mara Alcamim (Restaurante Universal), Francisco Ansiliero (Dom Francisco), Gil Guimarães (Baco Pizzaria e Parrilla Burger), Lui Veronese (Sallva Bar & Ristorante) e Nilson Favacho (Oliver), que juntos promoverão um festival gastronômico até o dia 05 de novembro, com os ingredientes catalogados: maracujá pérola do cerrado, resultado do cruzamento de diversas espécies de maracujá cultivadas na região; cajuzinho do Cerrado; o limão imperial chinês; os embutidos artesanais produzidos pelo Léo Hamu; e os queijos da Cabra Chic.

Cajuzinho do Cerrado

Léo produz uma linguiça caipira com carne é cortada em pedaços e embutida em uma tripa média, que, em seguida, é defumada em folhas de laranjeira e conservada em banha de porco, enquanto a Cabra Chic produz ricota, boursin, frescal, meia cura, montanhês, sardo e o demi-chèvre em Luziânia.

Cagaita, pequi, castanha-de-baru, pimenta-macaco e laticínios produzidos aqui também farão parte das receitas vendidas entre R$ 30,00 e R$ 59,00.

Frango com molho de pequi e cajuzinho do cerrado

Além do festival, uma plataforma online será lançada durante o Mesa Tendências Prazeres da Mesa, no dia 26 de outubro, em São Paulo. Nela, uma base de dados com informações sobre esses produtos – como características, modo de cultivo ou produção, safra, aonde encontrá-los e/ou comprá-los, contatos dos produtores e/ou agricultores – poderá ser consultada e enriquecida pelos usuários por meio de novas sugestões a serem pesquisadas. Tudo isso já está disponível no site www.panelacandanga.com.br.

Pirarucu

Confira os cardápios de cada casa:

Baco Pizzaria
Jantar
Pizza Panela Candanga (aspargos frescos da Vargem Bonita, Pancetta, Fior di Latte laticínio Xique Xique, ovo caipira e pimenta-macaco.
R$ 59,00 (grande – 8 fatias)

Dom Francisco (ASBAC)
Almoço e jantar
Frango ao molho de pequi e cajuzinho do cerrado (frango ao molho de pequi e cajuzinho do cerrado, acompanhado de arroz cremoso de ricota de cabra com toque de limão).
R$ 59,00 (prato individual)

Oliver
Almoço e jantar
Pirarucu com crosta de castanha-de-baru, acompanhado de espaguete de palmito pupunha e molho de cagaita – fruta colhida no próprio restaurante.
R$ 59,00 (prato individual)

Restaurante Universal
Almoço
Carne de Lata, farofa goiana, mexido com linguiça caseira, maionese de chef, vinagrete de cajuzinho do cerrado e maracujá pérola do cerrado.
R$ 59,00 (individual)

Carne de Lata

Sallva Bar & Ristorante
Almoço e Jantar
Cheesecake do Cerrado
Com cajuzinho, pequi e limão, com ganache de chocolate branco e Sorbet.
R$ 30,00

Cheesecake do Cerrado

Comentários

Max Cajé
Cria do Cerrado, Max Cajé negou as raízes ao detestar pequi, descobriu que o amor à culinária nordestina era hereditário e que paladar é algo que se conquista, com muito treino e, às vezes, dinheiro para pagar a conta. Sempre teve uma relação de amor com a comida e nunca deixou de agradecer o advento do metabolismo rápido nesse processo. Começou a estrada de jornalista escrevendo sobre moda, caiu na Gastronomia por acidente e se especializou por amor. Aprendeu que até chegar à mesa, o alimento cria carreiras, muda vidas, aguça os sentidos e cria histórias, boas e ruins, as quais pretende contar aqui.