Novos pratos e drinques do Cantucci Bistrô.
Brasília (DF) 23.11.2017 – Foto: José Paulo Lacerda

Finalista do concurso internacional World Class Competition, o badalado mixologista Gustavo Guedes é quem assina a nova carta de drinks do Cantucci Bistrô, que agora foca em criações totalmente artesanais para os clientes.

O novo cardápio de bebidas chama atenção logo de cara pelo custo benefício. Todos os drinks individuais custam R$ 23,00, enquanto as jarras de Sangria e Clericot saem a R$ 89,00.

Amantes do gim (iguais a quem vos escreve) estão muito bem representados com o GT Cants (Gin Tanqueray, limoncello, cítricos desidratados, pepino, alecrim, citrus e água tônica) e o GT Allegro (Gin Tanqueray, morango, limão siciliano, xarope de hibisco, laranja, hortelã, água tônica e limão desidratado). Quem é da cachaça pode pedir sem medo o Raffinato (Cachaça artesanal Seriema, abacaxi, xarope de gengibre, triple sec, flor de sal e espuma de gengibre com canela).

Novos pratos e drinques do Cantucci Bistrô.
Brasília (DF) 23.11.2017 – Foto: José Paulo Lacerda

Gustavo não deixou de fora os queridinhos Aperol Spritz (Aperol, prosseco, água com gás e laranja) e o Moscow Mule (Vodka Ketel One, sumo de limão, xarope de gengibre, cointreau e espuma de gengibre), além de dar uma repaginada no Kyr Royal, que aqui virou Kyr Firenze (Espumante, xarope de hibisco, limoncello e morango desidratado). A nova carta já está rodando e vale para o jantar e almoço.

SERVIÇO:
Cantucci Bistrô
Onde: Cln 403 Bloco E
Telefone: (61) 3328-5242
Funcionamento: de segunda a sábado das 12h às 23:00

Comentários

Max Cajé
Cria do Cerrado, Max Cajé negou as raízes ao detestar pequi, descobriu que o amor à culinária nordestina era hereditário e que paladar é algo que se conquista, com muito treino e, às vezes, dinheiro para pagar a conta. Sempre teve uma relação de amor com a comida e nunca deixou de agradecer o advento do metabolismo rápido nesse processo. Começou a estrada de jornalista escrevendo sobre moda, caiu na Gastronomia por acidente e se especializou por amor. Aprendeu que até chegar à mesa, o alimento cria carreiras, muda vidas, aguça os sentidos e cria histórias, boas e ruins, as quais pretende contar aqui.