Inaugurado oficialmente no início do mês, o Dalí Cozinha Peruana enriqueceu o leque da gastronomia no Brasil 21 Convention Suites (bloco B) com um novo cardápio assinado pelo chef Miguel Ojeda, além de uma carta com drinques exclusivos, desenvolvidos pelo consultor de bebidas, o peruano Miguel Angel Murillo.

Pescadito

Mas para quem não quer fugir da dieta, o restaurante passou também a oferecer, desde o último dia 15, o cardápio Ravenna, que segue a risca a famosa dieta sem frituras, industrializados e açúcar.

Lomo saltado

Com quatro etapas, o menu especial será mudado a cada 15 dias e pode ser pedido no almoçou ou jantar.

Confira todos os cursos:

Caldo:
Consumê de Cogumelo (Caldo de legumes e cogumelos e condimentos andinos)

Trio de entradinhas:
Mix de Chips (abóbora, banana da terra e inhame servido com molhos peruanos)
Causa de Camarão (Camarão cozido no vapor, purê de abóbora temperado com limão acompanhado de salada criolla, guacamole e molho de ají amarillo)
Ceviche Clássico (Peixe branco marinado no leite de tigre* com cebola roxa, coentro, pimenta dedo de moça e mix de folhas)

Opções de Prato Principal:
Pescadito Servido com Quinoa Cremosa (Tilápia ao vapor servida com purê de quinoa e molhos de aji amarillo e rocoto)

Locro com aspargos e abóbora (Cozido de abóbora, aspargos e queijo com temperos peruanos levemente picantes)

Lomo saltado com inhame andino (Cubos de Filé Mignon salteados com tomate, cebola roxa servido com Inhame assado)

Opções de Sobremesas:

Três leches (Bolo molhadinho, coberto com doce de leite coco ralado)
Mousse andina (Mousse de maracujá servido com geléia de maracujá e pimenta dedo de moça)
Fruta do dia

Tres leches

SERVIÇO:
Ravenna no Dalí Cozinha Peruana
Onde: Brasil 21 Convention Suites – bloco B
Funcionamento: de segunda a sábado, das 12h às 15h e das 19h às 23h
Telefone: (61) 3218-7946

Comentários

Max Cajé
Cria do Cerrado, Max Cajé negou as raízes ao detestar pequi, descobriu que o amor à culinária nordestina era hereditário e que paladar é algo que se conquista, com muito treino e, às vezes, dinheiro para pagar a conta. Sempre teve uma relação de amor com a comida e nunca deixou de agradecer o advento do metabolismo rápido nesse processo. Começou a estrada de jornalista escrevendo sobre moda, caiu na Gastronomia por acidente e se especializou por amor. Aprendeu que até chegar à mesa, o alimento cria carreiras, muda vidas, aguça os sentidos e cria histórias, boas e ruins, as quais pretende contar aqui.